Lean material handling system applied to an order manufacturing process

Elisa Henning, Mariana Holz Scarpellini Bernardo, Olga Maria Formigoni Carvalho Walter

Abstract


Industries operating in highly competitive markets realize the need to create improvement strategies and cost reduction, because the changes that are directly affecting the world economy. Therefore, they seek methods to adapt to the current reality and remain in the market, seeking to meet the needs of the client. In this context, stock management is extremely relevant because methods of manufacture improvements and reduction on supply acquisition can be reached through a lean process in which information and material flow continuously. This paper aims to propose improvements in stock management fasteners elements used on machines assembly. Using a case study conducted in a in a manufacturing project company, aiming the importance that fasteners elements have, identifying the layout and mapping the flow of information and materials necessary in the process supply. The results show that will be possible to reduce 24% of the total stock and 70% annual stock volume, representing a 10% reduction in allocated resources and 67% reduction in capital invested on these materials.

Keywords


Produção Enxuta; Manufatura por Projeto; Movimentação Lean de materiais; redução de estoque; Kanban

References


CARDOZA, E.; CARPINETTI, L. C. R. (2005). Indicadores de Desempenho para o Sistema de Produção Enxuto. Produção Online, 5(2). Disponível em: . Acesso em: 25 Out. 2014.

DENNIS, P. (2008). Produção Lean Simplificada: um guia para entender o sistema de produção mais poderoso do mundo. 2. ed. São Paulo: Bookman.

FULLERTON, R. R.; KENNEDY, F. A.; WIDENER, S. K. (2014). Lean manufacturing and firm performance: The incremental contribution of lean management practices. Journal of Operations Management, 32(7–8): 414–428. doi:10.1016/j.jom.2014.09.002

FRANCISCHINI, G. P.; GURGEL, F. A. (2002). Administração de Materiais e do Patrimônio. São Paulo: Pioneira Thomson.

GIL, A. C. (2010). Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas.

HARRIS, R.; HARRIS, C.; WILSON, E. (2004). Fazendo Fluir os Materiais: um guia Lean de movimentação de materiais para profissionais de operações de produção e engenharia. São Paulo: Lean Institute Brasil.

LEAN INSTITUTE BRASIL. (2015). Progressos da Logística Lean. Disponível em: < http://www.lean.org.br/leanmail/99/progressos-da-logistica-lean.aspx>. Acesso em: 25 mai. 2015.

LIKER, J. K.; MEIER, D. (2007). O Modelo Toyota: manual de aplicação. São Paulo: Bookman.

MIGUEL, P. A. C. (2007). Estudo de caso na engenharia de produção: estruturação e recomendações para sua condução. Produção, 17(1): 216-229. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65132007000100015

MOREIRA, D. A. (2009). Administração da Produção e Operação. 2. ed. São Paulo. Cengage Learning.

OHNO, T. (1997). O Sistema Toyota de Produção: além da produção em larga escala. Porto Alegre: Bookman.

PERGHER, I.; SILVA, L. A.; PACHECO, D. A.; VACCARO, G. L. R. (2014). Análise do impacto da variabilidade de fluxo no dimensionamento de kanbans. Produção Online, 14(1): 115-142. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v14.i1.1542

ROTHER, M.; HARRIS, R. (2001). Criando Fluxo Contínuo: um guia de ação para gerentes, engenheiros e associados da produção. São Paulo: Lean Institute.

SHARMA, A.; MOODY, P. E. (2003). A Máquina Perfeita. São Paulo: Pearson Education do Brasil.

SHINGO, S. (1996). O Sistema Toyota de Produção: do ponto de vista da engenharia de produção. Tradução: Eduardo Schann. São Paula: Bookman.

SLACK, N.; CHAMBERS, S.; HARLAND, C.; HARRISON, A.; JOHNSTON, R. (1999). Administração da Produção. São Paulo: Atlas.

TURIONI, J. B.; MELO, C. H. P. (2012). A Metodologia de Pesquisa na Engenharia de Produção: estratégica, métodos e técnicas para condução de pesquisas quantitativas e qualitativas. Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2016.

WALTER, O. M. F. C.; TUBINO, D. F. (2013). Métodos de avaliação da implantação da manufatura enxuta: uma revisão da literatura e classificação. Gestão & Produção, 20(1): 23-45. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2013000100003

WOMACK, J. P.; JONES, D. T. (2004). A Mentalidade Enxuta nas Empresas. Lean Thinking. Elimine o desperdício e crie riqueza. 6. ed. Rio de Janeiro: Campus.

YIN, R. K. (2005). Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


_________________________________________________________

Licença Creative Commons
This journal is licenced under a Creative Commons LicenseCreative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Contact: lean@contato.ufsc.br
Tel: +554837217014


EPS - Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas
CTC - Centro Tecnológico
UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Caixa Postal 476 - Campus Universitário - Trindade